sexta-feira, 13 de abril de 2012

Capítulo.30

Capítulo.30



-Está tudo bem?-perguntou fazendo-me um sorriso,engoli em seco,nunca a tinha visto tão feliz e agora podia ser eu o que lhe ia tirar tudo isso.
-Tudo óptimo.-disse fingindo um sorriso.
-Bem eu  vou tomar o pequeno-almoço,vens?
-Não,vou ter com o Duarte,ele está á minha espera lá no ginásio.-respondi,ela sorriu e começou a andar em direcção á cantina,respirei fundo e fui ter com ele.Continuei a andar um bocado distraída "E se ela começa a chorar imenso e me culpa?";"E se ela nunca mais falar comigo?";"E se ela gostar mesmo dele e ficar tristíssima?"pensei,levantei a cabeça do chão e reparei que já tinha chegado,já ali estava o Duarte á minha espera.-Olá.-cumprimentei ainda cabisbaixa.
-Olá,o que é que se passa?-perguntou abrindo a porta do ginásio,encolhi os ombros.
-Sabes aquele rapaz com quem a Teresa acabou?-perguntei ele acenou com a cabeça.-Ele hoje passou pela cabana e deixou lá uma carta que era para acabar com ela não achei isso justo portanto reclamei e disse que ele devia acabar pessoalmente.-continuei.-Agora ela vai ficar de rastos por minha causa!-ele abanou a cabeça.
-Não não vai,é muito melhor fazê-lo pessoalmente,aposto que ela ia ficar pior se tivesse lido a carta.-disse encolhi os ombros,ele sorriu e olhou para mim.-Portanto não vale a pena ficares assim.-disse,fiz um meio sorriso,senti o meu telemóvel a vibrar,era a Teresa.
-Estou?
-Olá,olha estive agora a falar com o Nuno e combinámos ir ao cinema hoje á noite e ele queria ver se tu também querias vir.O que eu achei um  bocado estranho tendo em conta que nunca se tinham visto.-engoli em seco.
-Vais precisar disto?-perguntou o Duarte mais baixo apontando para uns cartazes.
-Então sempre vens?-perguntou a Teresa como estava distraida não reparei no que ela tinha perguntado.
-Sim.-respondi ao Duarte.
-Boa então vem-nos daqui a pouco.
-Não,eu estava a falar com o Duarte!-tentei explicar mas ela já tinha desligado.-Eu não quero ir ao cinema com vocês.-disse agora só para mim mesma,revirei os olhos e sentei-me ao lado do Duarte e suspirei.
-O que foi?-perguntou.
-Aparentemente vou hoje ao cinema com a Teresa e o Nuno,o que apareceu hoje lá á porta,aposto que ele fez de propósito!-reclamei chateada.
-Eu posso ir contigo.-sugeriu,olhei para ele surpreendida.-Quer dizer se quiseres,claro-disse rapidamente,sorri e beijei-o.
-Claro que quero assim vai ser muito melhor.
-É só cinema.-disse a sorrir.
-Vai ser só drama.-corrigi recostando-me na cadeira.-E eu odeio isso.

Espero que tenham gostado,para este capitulo ia pedir se podia ter seis comentários,obrigada!Já tenho 50 seguidores!Obrigada <3

8 comentários:

  1. Ja nao e novidade q amo a tua fic e estou ansiosa pelo proximo mtos bjnhs princesa <3

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. que querida obrigada por te teres lembrado de mim! :D

      Eliminar
  3. Ola!!
    Acho que nunca comentei a tua historia mas foi pelo facto de nao conseguir, nao sei porque mas eu nem sempre consigo aceder a esta pagina de comentarios, fica tudo em branco.
    Mas tenho de aproveitar que isto hoje funciona para te dizer que gosto muito da tua historia e que ja acompanho a algum tempo.
    Continua rapido ;)
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. não sei como isso aconteceu,mas obrigada por comentares,ainda bem que estás a gostar! :D
      beijinhos

      Eliminar
  4. Lindo , sigo :p

    se quiseres visita ;) http://love-conection.blogspot.pt/

    ResponderEliminar