quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Capítulo.22

Capítulo.22-"Acabou muito  antes do que devia ter acabado."


07:00

Acordei,ainda estava com a roupa vestida e o cabelo húmido,a noite anterior não tinha corrido muito bem.
Mudei de roupa sem me dar ao trabalho de guardá-la na mala,não me parecia que ia querer voltar a lembrar-me da noite anterior.Peguei nas malas nos bilhetes de avião e desci para a cozinha,não me ia despedir delas isso só iria piorar as coisas.

07:30

Como não consegui comer nada decidi fazer-me útil e lavar a roupa,engomá-la e dobrá-la.Pelo menos elas iam-me agradecer por fazer isso.
O Harry nunca mais chegava,mais valia adiantar mais algumas coisas.

08:00

Depois de já ter arrumado todos o pratos e de ter limpado a cozinha decidi que não devia sair dali de casa sem me despedir delas,portanto peguei numa caneta na primeira folha de papel que encontrei e comecei a escrever as primeiras coisas que me vinham á cabeça.

"Olá,acho eu não sei muito bem como começar,ou se devia mesmo escrever alguma coisa.
Mas também não me podia ir embora sem vos agradecer por tudo.
Obrigada por me terem aturado durante dois meses mesmo que muitas vezes estivesse amuada,chateada ou demasiado preguiçosa para ajudar nalguma cá em casa.Não se esqueçam de mim
Obrigada
Diana"

Era pequena mas acho que elas já deviam saber tudo o que eu queria dizer,e eu nunca soube muito bem expressar-me por cartas ou qualquer tipo de escrita.Também não fazia sentida ir-me embora sem dizer nada ao Harry,mas como sabia que não iria conseguir dizer nada na viagem para o aeroporto era melhor escrever-lhe também alguma coisa.

"Olá,
Acho que devia começar por dizer o quão irónico é que tu me vais pôr ao aeroporto,tendo em conta que tu praticamente roubas-te nas passadeiras das bagagens,O que até te agradeço teres feito porque se não tivesses eu provavelmente não teria conhecido a pessoa mais teimosa,chata,divertida e fantástica que  existe.
Obrigada por me teres aturado este tempo todo,mesmo que muitas vezes eu já tivesse desistido de sequer tentar.
Já deves saber isto,mas eu amo-te
obrigada por tudo e desculpa,
Diana"

Respirei fundo,não era grande coisa,mas pelo menos ele poderia perceber o que tinha significado para mim.
Pus a carta para elas no balcão da cozinha e meti a outra no bolso das calças.Ouvi uma buzina lá fora,peguei nas minhas malas e saí de casa.Pela última vez.
Atravessei o jardim,parecia que estava a demorar horas e ,como sempre estava o céu carregadíssimo. Quando cheguei ao pé do taxi fiquei surpreendida,não era o carro do Harry mas um taxi,o que me fez sentir ainda pior.Pus as malas na bagageira e sentei-me nos bancos de trás,peguei na carta que tinha escrito,parecia que afinal ele nunca iria ficar a saber nada do que eu lhe queira dizer.Ou se calhar sabia e era por isso que não me quis ir pôr ao aeroporto.
-Para onde é que vai menina?-perguntou o taxista,engoli em seco.
-Para o aeroporto.

09:00

Ele não vem
Mas ele disse que vinha
Deve ter mudado de ideias
Ninguém muda de ideias assim
Tu mudas-te.Nunca pensaste que voltarias para casa e agora o que é que estás a fazer?

Apertei a carta,já tinha chegado ao aeroporto mas não tinha coragem para fazer o check-in,ainda havia a possibilidade de ele vir.Mas não ia,portanto peguei nas malas e comecei a ir em direcção á fila para entregá-las o mais lentamente possível.

-Olá.-virei-me com o coração a bater 
Afinal parece que não se esqueceu.

10:00

-Sabes que eu não posso ir,não sabes?-certificou-se,sorri,nem nunca tinha pensado nisso a vida dele era aqui.
-Eu sei,mas já estou feliz por teres vindo despedir-te ,não queria que a última pessoa com quem falasse em Londres fosse uma hospedeira.
-Sim eu também pensei que não.-respondeu a sorrir,ainda tinha a carta no bolso,devia só entregá-la e ir-me embora.
-Bem...toma.-disse-lhe entregando-lhe a carta já um bocado amachucada e com umas manchas de água,tinha-me sido impossível sair do taxi sem chorar um bocado primeiro.
-Obrigada.E eu tenho isto para ti.-deu-me um album com  uma capa dura e azul escura.Virei-o,na contracapa estava uma mensagem em pequenas letras douradas.
"-Não,sempre me ensinaram a não entrar em carros de estranhos,ainda  por cima de estranhos que nos tiram as malas.
Espero que seja feliz.
Harry"

Ri-me ao reconhecer a mensagem,era o que eu lhe tinha dito quando nos conhecemos,ao ler a segunda parte senti um nó na garganta,porque eu estava muito longe de estar feliz,e ele percebia isso.
-Obrigada.-agradeci quando senti que ia começar a chorar.
-Era o mínimo.-ficámos um bocado em silêncio até que me levantei segurando muito bem o album.
-Adeus.
-Adeus.-despediu-se olhando para mim,hesitei mas virei-me e fui-me embora.

12:00

Peguei no albúm e abri-o pela primeira vez,de lá caíu uma foto minha e do Harry. Sorri ao reconhecê-la,virei-a e vi a mensagem que eu tinha escrito:"Porque isto vai durar para sempre."

Engoli em seco já a sentir que ia começar a chorar.
Acabou muito  antes do que devia ter acabado.

4 comentários:

  1. Oh, ela vai voltar atrás?
    Espero que sim...
    Ou então ele vai atrás dela, buscá-la...
    Curiosa e ansiosa por mais...
    Amei <3
    Beijinhos :*

    ResponderEliminar