quarta-feira, 28 de março de 2012

Capítulo.24

Capítulo.24




-Então já falas-te com o Duarte?-perguntou a Sofia,que como estava na sua pausa veio ter comigo á barraquinha,encolhi os ombros.
-Sim,mas nada de novo ele disse que ia desistir.-ela sorriu para mim e sentou-se na bancada.
-E seu eu te conheço tu não desististe.-sorri.
-Não sei do que estás a falar...-ela riu-se,apanhei-a a olhar para o Francisco.
-Então como vão as coisas por esses lados?
-Não sei do que estás a falar...-sorri e sentei-me ao lado dela.-Está tu do na mesma,nada de novo.
-Então ainda não houve nenhum convite para o...-ela revirou os olhos e sorriu.
-Não, e tu és impossível a sério.
-Pois sou,mas mesmo assim adoras-me.-ela sorriu.
-Se fosse a ti não tinha tanta certeza.-sorri,desci da bancada e fui buscar uma garrafa de água,quando voltei a Teresa já estava ao lado da Sofia,parecia feliz,pois estava a sorrir imenso.
-O que é que se passa aqui?-perguntei sentando-me outra vez,ela sorriu imenso.-Fiquei na mesma.-a Sofia revirou os olhos.
-Ela já tem par.-franzi as sobrancelhas.
-Quem?
-Aquele do bar.-respondeu-me a Sofia.
-Mas nós ainda nem o conhecemos!-reclamei,a Teresa revirou os olhos e tirou-me a garrafa das mãos.
-E nem é preciso,sou só eu quem o precisa de conhecer!-encolhi os ombros mas aquilo ainda me soava um bocado estranho.
-Como quiseres desde que estejas feliz,quem só eu para reclamar.
-Também não é preciso tanto não é como se me fosse casar.
-E como é que te convidou?-perguntou a Sofia desviando a conversa,tirei a garrafa das mãos da Teresa.
-Fui eu que o convidei!-exclamou muito contente,quase que me engasgava mas lá me controlei,aquilo era muito estranho.-É como ele não é cá do acampamento não sabia...mas isso não interessa,o que interessa é que ele aceitou!- olhei para a Sofia.
-Mas Teresa eu e o Duarte afixámos imensos cartazes á porta da feira a anunciar o baile.-disse-lhe,ela parecia ter ficado um bocado triste mas naquele momento nada a podia chatear.
-Ele não deve ter visto...mas ele aceitou o que é bom.-olhei para ela,parecia mesmo feliz,abanei a cabeça,não era eu que ia estragar-lhe isso.
-Tens razão isso é que interessa.-disse ela sorriu-me,pegou no avental e vestiu-o.-Vais trabalhar?
-Sim,faz tu agora a minha pausa.-arregalei os olhos a Teresa nunca tinha abdicado de uma pausa,mas também não ia recusar.
-Ok...hum,obrigada!Queres ir a algum lado?-perguntei á Sofia,ela viu as horas.
-Desculpa mas tenho de ir já acabou o meu tempo.-despediu-se e foi ter com o Francisco á barraquinha.Olhei á minha volta,a Teresa estava a atender uma família,a Ana estava a falar com o Luís,a Sofia e o Francisco estavam a trabalhar,mas depois vi o Duarte a vir ter comigo.
-Salvei-te a vida?-perguntou a sorrir,sorri também.
-Salvas-te mais a minha pausa.Queres ir a algum lado?-ele encolheu os ombros e sorriu.
-Anda só dar uma volta.
-Ok.Teresa já volto daqui a quinze minutos,ok?
-Tudo bem,e que tal fazeres como eu?-sugeriu a sorrir,revirei os olhos,mas para dizer a verdade já tinha pensado nisso.
-Fazer o quê?-perguntou ele ,encolhi os ombros.
-Coisas da Teresa

Espero que tenham gostado, fiz duas novas páginas:uma sobre mim;outra que é a minha wishlist (sim eu seu que estamos em Março) ,vão ver.a Já gora vou a passar a por uma fotografia no inicio de cada capítulo :)

10 comentários:

  1. adoro a tua historia http://mariana-the-girl.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Adoro a historia!

    http://lifeisntperfectitsmylife.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Gosto muitoo *_*
    Também estou a escrever uma, segues se gostares?
    http://dreamadreamss.blogspot.com
    Sigo o teu, bjs e obg :)

    ResponderEliminar
  4. obrigada! :D já fui ver o teu blog,sigo,gostei da história ;D
    beijinhos

    ResponderEliminar