segunda-feira, 19 de março de 2012

Capítulo.20

Capítulo.20

-Segura aí.-pedi ao Duarte,quando o meu telemóvel começou a tocar.-Estou?
-Olá,olha eu sou o Tiago do outro dias,lembraste?-sorri.
-Sim lembro-me,a Teresa já falou contigo outra vez?
-Não.Mas estava a pensar se ela queria sair mas eu só tinha este número.
-Desculpa ma...
-Também te queria convidar,és a Catarina,não és?-interrompeu-me.
-Sim,como é que sabes?
-A Teresa falou-me de ti.
-Hum...olha acho que ela não pode,desculpa.-ele ficou um bocado em silencio.
-E se viesses tu?-fiquei surpreendida.
-Desculpa?
-Vires tu sair,comigo,afinal o cartaz era para supostamente para eu sair contigo.-ele tinha um bom ponto de vista,olhei para o Duarte,que ainda estava a segurar a cartolina,mas também estava a falar com a Rita,comecei a corar.
-Sim,porque não?
-Óptimo!-ele deu-me a morada do restaurante e ficou combinado que eu iria ter com ele ás oito horas.-Duarte!-chamei.-Já me podes dar isso.-disse com os dentes serrados.
-Ok.Quem era?
-O Tiago,lembras-te?Aquele do cartaz.
-Há sim.O que é que ele queria?-perguntou sentando-se outra vez.
-Queria convidar-me a mim e á Teresa para sair.-disse simplesmente,ele pareceu surpreendido.
-E o que é que disseste?
-Que ela não podia.
-E ele deixou-te em paz?
-Sim acabámos por combinar sairmos juntos.
-O quê?!-sorri parecia haver ali alguns ciumes.
-Vamos sair os dois hoje á noite.-ele levantou-se,fiquei a olhar para ele.-O que é que se passa?
-Nada.É que,...nada.Mas tu mal o conheces!-exclamou,fiquei a olhar surpreendida para ele.
-Sim é por isso que vou sair com ele,para o conhecer melhor,percebes?-foi a vez dele de olhar para mim parecia querer dizer alguma coisa,mas engoliu em seco e começou a pendurar os cartazes pelo ginásio.-Estás bem?
-Sim.-respondeu de costas,ficámos em silêncio.Ele respirou fundo e por momentos  parou de pendurar as cartolinas,fiquei a olhar para ele a pensar que ia dizer alguma coisa,mas continuou e eu fiz o mesmo.-Já acabei.-disse,olhei para o relógio já era tarde.
-Eu também.-disse guardando a fita-cola na respectiva caixa de cartão.-Vais-te preparar?
-Estava a pensar nisso,só falta meia hora.-guardámos tudo e ele acompanhou-me até á cabana, em silêncio.
-Queres boleia para ir para lá?-ofereceu-se ,eu sorri.
-Se faz favor,não dava jeito nenhum ir a pé.-ele sorriu e abriu a porta da cabana,para eu entrar.
-Estou aqui daqui a quinze minutos.-avisou,entrei e fechei a porta,por surpresa estavam todas lá dentro,até a Rita.
-Olá?
-Olá,estava a ver que não.-disse a Teresa que estava a revirar a sua cómoda,ao seu lado estavam a Sofia e a Ana,parecia que a Rita estava na casa de banho.-Hoje vens?
-Esqueci-me completamente!Desculpa,mas o Tiago telefonou e convidou-me para sair,e eu aceitei.-elas ficaram a olhar para mim.-Estás chateada?-perguntei cautelosamente á Teresa,ela ficou surpreendida.
-Claro que não!É só estranho,mais nada.-elas entreolharam-se.
-Isso é por causa do que aconteceu com o Duarte?-perguntou a Ana,encolhi os ombros.
-Talvez,quer dizer nós acabámos,acho devíamos os dois seguir em frente,só isso.-elas entreolharam-se outra vez.-O que se passa?
-Nada é que tu ficas-te tão mal com o que se passou com o Duarte,só não queremos que fiques assim outra vez.-disse a Sofia sentando-se ao meu lado, na minha cama.
-Acho que não vai ser assim desta vez.-ela encolheu os ombros.
-Para dizer a verdade nós ainda estávamos com esperanças que vocês voltassem a estar juntos,afinal vocês agora estão sempre juntos.-confessou a Ana,a Teresa acenou com a cabeça,concordando.
-Mas se tu queres seguir em frente fazes bem!-apoiou-me a Teresa a sorrir.-Sempre te podemos ajudar com a roupa!-sugeriu,ri-me.
-O que é que vai sair daí?-passados quinze minutos o Duarte já tinha chegado e já estava a bater á porta,quando ele chegou a Rita saíu logo da cabana e foi ter com ele,conti-me e continuei calada.
-Já estás?-perguntou ele do outro lado.
-Ainda não!-respondi,mas finalmente passado um bocado já estava pronta.-Deixa-me só ver.
-Claro que não!Não confias em nós?-perguntou a Teresa,já estava arrependida de ter confiado nelas ,agora nem sabia como elas me tinham posto,abri a porta tentando não tropeçar nos saltos altos.
-Já estou.-disse,o Duarte ficou a olhar para mim com os olhos arregalados.-Eu sabia que não devia ter confiado nelas.

4 comentários:

  1. quando postas o próximo? :D

    bjnhs
    modaedesabafos.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Vai ao meu blog. Tens um desafio ;)

    ResponderEliminar
  3. já fui ver,obrigada por te teres lembrado de mim! :D

    ResponderEliminar