quarta-feira, 20 de março de 2013

**Capítulo.10**

**Capítulo.10**


Ela ficou á espera da minha resposta até que o seu telemóvel começou a tocar.
-Espera aí.É o Pedro.-disse atendendo e fazendo-me sinal para eu ficar quieto.-Já venho.
Fiquei á espera até que vejo a Madalena a vir na minha direcção,não valia a pena tentar ir-me embora porque ela já me estava a sorrir e a acenar.Ia cambaleando até mim e quase que ia caindo na piscina,o que a fez rir e cambalear ainda mais.
-Olá João.-disse sentando-se onde antes estivera a Margarida.Não pude deixar de compará-las,a Madalena era mais alta tinha o cabelo muito mais comprido e escuro ,usava roupas muito mais justas e curtas e parecia estar sempre a tentar manipular toda a gente.Enquanto que a Margarida era pequenina e estava sempre a sorrir e a rir mas era também mais nervosa e ingénua,mas isso também contribuía para que ela fosse mais pura que a Madalena.
-O que é,Madalena?-perguntei deitando-me na espreguiçadeira.Ela riu-se,já não parecia estar ciente do que estava a acontecer.
-Nada,nada.Então trouxeste o pigmeu?Eu não disse que podias trazer pessoas,mas como és tu não faz mal.-disse sorrindo e engolindo tudo o que restava no seu copo,depois olhou para o fundo do copo encolheu os ombros e deitou-o para a piscina.
-Era só isso que me querias dizer?-perguntei,ela sorriu-me e espreguiçou-se,deitando-se na espreguiçadeira.
-Não devias falar assim comigo...afinal eu sei o segredinho da tua amiga e tu não.-avisou apontando para a Margarida que ainda estava a falar ao telemóvel.Depois semicerrou os olhos e ficou a olhar para mim durante algum tempo.
-Tu queres saber!-exclamou rindo,revirei os olhos sem lhe responder.
-Não,já sei o que se está a passar:tu queres saber,mas não queres que ela saiba que tu queres saber.Bem,devo dizer que isso é muito nobre da tua parte,claro que é tudo treta.-insistiu e eu não lhe respondi porque já estava a perder a paciência;ela até tinha razão,mas eu não ia estragar tudo com a Margarida só porque caí na conversa da Madalena.
-Bem não vou ser eu a estragar lá isso que tu tens com a pequena.-disse debruçando-se e sorrindo-me.
-Mas também não quero que as coisas corram assim tão bem entre vocês.-afirmou,depois debruçou-se e beijou-me.Só conseguia sentir o seu hálito a álcool e os seus lábios que estavam demasiado quentes,nos meus.Puxei-a para trás mas ela só se conseguia rir e levantou-se com alguma dificuldade.
-Qual é o teu problema?-exclamei,mas ela apenas olhou para trás e piscou-me o olho.
-Boa sorte.-desejou piscando-me outra vez o olho e levantou-se.Franzi a testa,porque não estava a perceber o que tinha acabado de acontecer.
Olho para cima e vejo a Madalena a passar pela Margarida e esta a olhar para mim.Não soube bem como reagir,porque não sabia se ela tinha visto ou se importava com o que tinha acabado de acontecer.Mas ela, quando me viu a aproximar abanou a cabeça a dizer que não e foi para dentro de casa.Respirei fundo e corri também para dentro de casa,mas estava demasiada gente para eu puder ver onde é que ela estava.No meio de toda aquela confusão,copos no chão e pessoas por tudo o que era sítio tive de subir para o sofá e aí vi uma cabeleira ruiva a sair pela porta.Corri e cheguei a empurrar pessoas para puder chegar á porta mas quando a vi ela já estava a entrar no autocarro.
-Margarida!-chamei atravessando a rua,ela olhou para mim e sorriu-me acenando.
Parei de andar,porque o autocarro começou a arrancar,só consegui vê-la a ir sentar-se no fundo do autocarro.Ainda corri um bocado e chamei-a,mas era escusado.
Sentei-me na rua a arfar,quase sem ar.Mas não queria saber,tinha perdido tudo.Se tinha alguma oportunidade com ela tinha desaparecido nesta noite.
Lembrei-me do sorriso da Margarida ao entrar no autocarro,essa tinha sido a pior parte.O que é que aquele sorriso queria dizer?Que estava contente pela Madalena me ter beijado,era-lhe indiferente o que tinha acontecido ou que estava magoada mas não queria que eu soubesse.
Dei um murro no pavimento da rua irritado com tudo.Irritado com a Madalena por me ter beijado,irritado com o Pedro por ter telefonado á Margarida,mas acima de tudo irritado comigo mesmo por ter pensado que alguma vez poderia ter tido uma hipótese com a Margarida.

10 comentários:

  1. Lindo *.* mas triste porque não queria que a Madalena beijasse o João!
    Publica rápido por favor!

    ResponderEliminar
  2. obrigada ;D
    agora só devo publicar amanhã

    ResponderEliminar
  3. Espetacular *.* Mas essa Madalena é tão estúpida! Ansiosa pelo próximo :D

    ResponderEliminar
  4. Continua depressa! ^.^ Estou ansiosa pelo próximo!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Essa Madalena é mesmo bruxa -.-
    Continua :) Estou a gostar muito :)

    ResponderEliminar