domingo, 27 de janeiro de 2013

**Capítulo.3**

**Capítulo.3**



-Eles estão ali.-disse apontando para uma mesa onde já estavam três pessoas.Aproximá-mo-nos e estavam sentadas duas raparigas e um rapaz que tal como a Margarida não parava de falar e rir por tudo e por nada.
-A Meg chegou.-disse o rapaz que era muito alto,talvez ainda mais do que eu e era também muito magro.Tinha o cabelo comprido que lhe tapava a maior parte da testa e era de um castanho arruivado como o da Margarida mas ao contrário dela tinha os olhos quase pretos o que fazia contraste com a pele muito clara.
Á sua frente estavam duas raparigas uma delas era também muito alta e magra,tinha o cabelo liso,loiro e comprido,mas o que mais sobressaía eram os seus olhos azuis enormes que estavam contornados com sombra preta.A outra era mais baixinha e rechonchuda,tinha o cabelo curto e castanho muito escuro e tinha as pontas pintadas de cor-de rosa,tinha vestido um vestido de renda preta mas o que saltava mais á vista eram as suas sapatilhas vans rosa choque.
Não associava nenhum deles ao tipo de pessoa que a Margarida se desse,mas não estava na posição de julgá-los só porque eram um bocado diferentes.
-Well hello,trago uma nova adição ao nosso grupo,este é o João.-apresentou,eles olharam para mim de cima a baixo e acenaram.
-O que é que ela te fez para te convencer a vir almoçar connosco?-perguntou o rapaz,todos se riram menos a Margarida e eu,que não tinha percebido qual era a piada.
-Não sejas mau,João este é o meu irmão Pedro,aquela é a Ana e esta é a Sara.E para tua informação foi ele que quis vir,não foi como se eu o tivesse arrastado para aqui.Também não percebi como é que alguém poderia querer conhecer-vos de livre vontade mas foi o que o João quis-exclamou a Margarida sentando-se,sem saber bem o que fazer sentei-me também ao lado dela,agora que estava mais perto dela conseguia cheirar o seu perfume que parecia ser de flores.
-Ele é novo lá na turma e pensei que ele fosse gostar de conhecer as melhores pessoa que ele alguma vez irá conhecer nesta escola.-continuou ela,ri-me porque pensei que ela estava a gozar ou a exagerar.
-Ela está a falar a sério.-disse a Sara muito séria para mim o que os fez outra vez rir menos a mim.
-O que a Sara quer dizer é que se te queres divertir e ser tu mesmo deves ficar connosco mas se queres ser como todos os outros e melhor ires ter com elas.-esclareceu o Pedro apontando para o grupo de raparigas da minha turma com quem eu tinha passado os intervalos.
-Eu estive com elas hoje.-disse,o Pedro riu-se mas as outras reviraram os olhos.
-Claro que estiveste,mas é melhor teres cuidado para não passares para o lado negro.-disse arregalando os olhos.
-Vocês estão a assustá-lo.Eles não costumam ser assim tão estranhos,tão só mesmo a ver como reages.-assegurou a Margarida virando-se para mim.
-Pois não,nós costumamos ser muito piores.-sussurrou a Sara mordendo a sua maçã lentamente olhando para mim com os olhos arregalados,a Margarida revirou os olhos e continuou a comer e ficou um silêncio um bocado estranho na mesa.
-E o que é que acontece se eu começar a andar com vocês?-perguntei para quebrar o silêncio todos fizeram um ar espantado menos a Margarida que sorriu para mim como se já soubesse que eu ia dizer aquilo.
-Bem se isso acontecer,prepara-te para os melhores anos da tua vida.


14 comentários: