sábado, 23 de junho de 2012

Capítulo.54

Capítulo.54



Ele passou por mim sem dizer nada e começou a descer as escadas,abri a boca sem dizer nada.
-Duarte.-chamei enquanto descia as escadas a correr,cheguei ao hall e ele já tinha saído do prédio.Abri a porta e olhei para a rua para ver aonde é que ele estava,quando o vi comecei a correr "Hoje já devo ter perdido montes de calorias" pensei enquanto subia a rua a correr.-Duarte!-chamei outra vez,ele virou-se "Graças a Deus" pensei,comecei a andar  mais devagar,o Duarte também começou a andar na minha direcção.
-Desculpa.-pedi outra vez,olhei para ele,continuava a não haver reacção.
-Catarina...-disse abanando a cabeça,olhei para os meus sapatos,um bocado preparada para o pior.-Não tiveste culpa.disse arqueei as sobrancelhas surpreendida,olhei para cima.
-Mas...-comecei.
-Agora trata-se de quem te faz feliz.-franzi o sobrolho confusa.
-Não tás chateado?-perguntei ele sorriu.
-Não.-respondeu,olhou para o céu,já estava a ficar escuro.-Pensa bem falamos depois.-disse sorrindo e foi-se embora.
-"Falamos depois?"-repeti sem saber bem o que fazer.Levantei a cabeça mas já não o conseguia ver,suspirei e sentei-me num banco de madeira.O meu telemóvel começou a tocar.



-Estou?-atendi com uma voz um tanto esperançada.
-Estou,é a Sofia.-disse.
-Olá.-disse com uma voz amuada,baixei-me e apanhei um dente de leão e comecei a soprar para que todas as coisinhas brancas começassem a esvoaçar.
-Bem não é preciso ficares desiludida.Nem acreditas o que aconteceu!-exclamou,franzi o sobrolho.
-O quê?
-Tenho de me despachar,a minha mãe está-me a chamar.Olha estou no hospital.-disse,arregalei os olhos e deixei cair o dente de leão.
-O que é que aconteceu?
-Eu estou bem,foi a Teresa que desmaiou,parecia que estava com baixa tensão.-explicou,abri a boca "Oh não" pensei sentindo-me horrível por não ter contado a ninguém o que sabia sobre ela.
-Sofia...já tinhas reparado no que,sei lá,o que ela costuma comer?-perguntei,ouvi-a a suspirar.
-Sim,nós todos sabíamos que,bem ela não costuma comer muito.-respirei de alívio.
-Graças a Deus.Mas queres que vá para aí?
-Não,não é assim tão grave.Olha tenho de te contar outra coisa...-começou mas ouve umas pessoas que a chamaram.-Olha tenho de ir,adeus.-despediu-se e desligou,encolhi os ombros já me devia ligar outra vez.Levantei-me do banco e subi a rua até chegar ao meu prédio,quando abri a porta havia lá uma folha,franzi a testa mas peguei nela,lá dizia:


"Bem...olá.Queria pedir desculpa pelo que aconteceu fui um parvo e também não estou á espera que me voltes a falar,ó que pelo menos não querias falar no que aconteceu.Mas quero que saibas que tudo o que disse é verdade.
André"


-Oh Deus.-disse para mim mesma sentia o meu coração a bater muito rápido "O que é que se passa contigo Catarina?" pensei fechei os olhos e pus o papel no bolsa das calças.Fui-me deitar na minha cama,quando o meu irmão entra no meu quarto.
-Então quem é esse André?-perguntou a rir-se enquanto jogava nintendo.
-Ninguém que te interesse.-disse suspirando.
-Pois pois...-disse rindo.
-És mesmo chato,sabias?-disse,ele sorriu e lá se enfiou outra vez no seu quarto.Respirei fundo sem saber bem o que fazer,de repente o meu telemóvel começa a tocar.
-Estou?-atendi com uma voz cansada.
-Estou é a Teresa.-respondeu arregalei logo os olhos e apoiei-me nos cotovelos.
-Oh meu Deus estás bem?Credo fiquei tão preocupada!-exclamei,ela riu-se.
-Estou óptima,olha adivinha quem me telefonou?
-Quem?
-O Duarte.-respondeu,senti o meu coração a bater muito depressa.
-A sério?
-Catarina,vê lá o que fazes...-avisou,suspirei já me estava a dizer isso vezes sem conta a mim mesma.
-Eu sei,mas,mas...não sei.Não me julgues,ok?
-Claro que não.Mas tu sabes o que vais fazer,certo?-perguntou,engoli em seco,ainda estava a tentar perceber o que o Duarte queria ter dito com "Falamos depois" e depois ainda houve aquela carta...
-Mais ou menos.-respondi,ouvi-a a suspirar.
-Então pensa nisso.Olha a Sofia sempre te contou o que aconteceu?
-Contigo?Sim disse-me.
-Não comigo,com ela.-disse,franzi o sobrolho.
-Ela ia contar mas depois teve de desligar,Mas passa-se alguma coisa?
-É melhor ser ela a contar.-disse aclarando a voz.
-Estás a tentar matar-me?Conta lá!
-Não posso...Olha está aqui o meu médico,tenho de ir beijinhos.-despediu-se e desligou logo,cerrei os dentes irritada e curiosa ao mesmo tempo.Lá me voltei a deitar,quando o meu telemóvel começou a tocar outra vez.Atendi logo sem ver quem era.
-Estou?-atendi.
-...olá.-respondeu a outra pessoa,quando reconheci a sua voz senti o meu sangue a ficar gelado.

Continua...

7 comentários:

  1. Quando é que vais postar o outro? Diz-me que vais postar antes de ires para Londres? Ou então vou morrer de curiosidade!
    Adoro!

    ResponderEliminar
  2. antes de ir para londres não posto,mas se lá houver um pc publico,desculpa lá :/ ainda bem que gostas :D beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não faz mal!
      Diverte-te por Londres!
      Adoro mesmo muitoo!
      Beijinhos
      :D

      Eliminar
  3. Oláá :D o blog cute fashion abriu é um blog de moda e beleza , será que podes comentar e divulgar o blog? :) gostava muito :p
    Gostei muito do teu blog está muiito giro
    beijinhos*
    http://cute-fashion.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  4. claro que sim :D
    ainda bem e obrigada :D
    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. omgggggg essa tua maneira da acabar os capitulos é muito cruel xDD

    ResponderEliminar