quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

plot twist



 Cheguei à conclusão que tenho medo de escrever. Que outra explicação pode haver para o que sinto quando estou à frente de uma folha em branco? Exactamente, nenhuma. Tudo o que tinha acumulado na minha  cabeça, todas as frases, palavras e vírgulas desaparecem quando chega o momento de passá-las a tinta e fico só com um nó no estômago e uma vontade de voltar aos dias em que me sabia expressar.
  De repente parece fiquei sem fala. Toda aquela emoção de começar a escrever, de sentir faíscas nos dedos e acompanhar as emoções das histórias que escrevia  desaparece e é substituída por um pânico e ansiedade inexplicável. Lembro-me de mil e uma coisas que tenho a fazer e escrever torna-se momentaneamente secundário e substituível, o que nunca me tinha acontecido. Escrever costumava ser a minha forma de escapar às coisas que não verbalizar e também uma maneira  de fugir a tudo o que me parecia ser vital. Agora, escrever tornou-se uma obrigação, como se tivesse de provar a alguém que ainda o consigo fazer.



Dito isto, vou publicar um novo capítulo hoje ;)

6 comentários:

  1. E stava preoccupada nunca mais vinhas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. aww obrigada, isso é muito simpático da tua parte ^^

      Eliminar
  2. a algum tempo que não sigo este blogue, mas continua sempre com a mesma verdade, simplicidade e beleza em cada palavra. muitos parabéns quando publicares um livro,( se já publicaste diz-me que vou já comprar) eu vou estar na primeira fila

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eu também já há demasiado tempo que não venho ao blogue, devido a problemas pessoais por que tenho passado. Desde que comecei este blog sempre foi o meu sonho ser escritora, mas não sei se isso alguma vez se irá realizar. De qualquer das maneiras, irei sempre usar a escrita como uma forma de me expressar e fugir da minha realidade. Por causa disso agradeço muito por teres sempre acompanhado o blogue. Muito muito obrigada, a sério.

      Eliminar